Postado emVídeo / Garimpo

Garimpo em terras indígenas: “Eu não vou parar”, diz Alessandra Korap Munduruku, liderança indígena ameaçada por denunciar mineração ilegal

Em entrevista ao projeto Amazonas: mentira tem preço, Alessandra chama atenção para as mentiras sobre o projeto que libera mineração em terras indígenas

Denunciar invasões de garimpeiros em terras indígenas tem um custo. Alessandra Korap Munduruku, liderança indígena ameaçada por denunciar criminosos, pediu desculpas aos filhos por viver jurada de morte. Calar-se, explicou, nunca foi opção.

Em entrevista ao projeto Amazonas: mentira tem preço durante o Acampamento Terra Livre, que reuniu cerca de 8 mil indígenas, Alessandra chama atenção para as mentiras sobre o projeto que libera mineração em terras indígenas; os efeitos do garimpo na saúde das comunidades – em especial, das crianças que morrem antes de nascer ou antes do primeiro ano vítimas do mercúrio; a contaminação dos rios e dos peixes e os ataques à sua casa.

Amazonas - Mentira tem preço
Fala - Histórias para não esquecer
InfoAmazonia
Ainda não há comentários. Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.