[:pt]O monitoramento independente de uma população de grandes bagres no rio Madeira, importante afluente do Amazonas, confirma que duas usinas hidrelétricas praticamente impediram a migração da espécie que faz a mais longa migração de água doce conhecida no mundo

There are no comments yet. Leave a comment!

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.