Ao ensinar técnicas básicas de trabalho de campo para grupos indígenas na Amazônia, pesquisadores de Stanford descobriram que as medições por satélite de florestas tropicais na área subestimam o potencial de armazenamento de carbono da região.

Ainda não há comentários. Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.