A Procuradoria do Equador informou que o ataque teria sido realizado por um grupo indígena em isolamento voluntário (Tagaeri-Taromenane) na área intangível de Yasuni, no rio Shiripuno.

Ainda não há comentários. Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.