Indígenas que se dedicam à coleta de castanha denunciaram que a petroleira estatal boliviana YPFB matará 17.000 castanheiras com a possível exploração de petróleo em seu território.

Ainda não há comentários. Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.