O presidente peruano disse que as reivindicações das comunidades nativas nas bacias dos rios Tigre, Pastaza e Corrientes, que exigem a consulta prévia antes da exploração do Lote 192, são “legítimas”.
Ele explicou que o Estado, por mais de quarenta anos, “não tem feito muito” em favor desses povos indígenas.

Ainda não há comentários. Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.