Desde 20 dias atrás, a situação no Bloco 1AB, operado pela Pluspetrol Norte, é tensa devido à greve por tempo indeterminado convocada por comunidades indígenas da zona.

Ainda não há comentários. Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.