No rio Caquetá, afluente do Amazonas, já são sessenta e cinco dragas para extrair ouro de seu fundo. Sua forma de trabalhar, sem nenhum respeito pela natureza, está mudando os antigos costumes dos povos ribeirinhos.

Ainda não há comentários. Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.