Postado em

Começa o extermínio dos últimos povos isolados na Amazônia equatoriana

Guerreiro Huaorani admite ter dirigido matança de cinco nômades Taromenane na guerra interétnica incentivada por madeireiras e empresas de petróleo que tentam invadir o Território Indígena do Parque Nacional Yasuni.

Ainda não há comentários. Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.