Postado em

La Hora: Comunidade indígena da Amazônia resiste à sedução do petróleo

Para a comunidade de Sani Isla, na Amazônia equatoriana, abrir a porta ao petróleo siginificaria melhor educação e mais renda. No entanto, disseram não aos poços petrolíferos.

Ainda não há comentários. Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.