Publicado en

Red InfoAmazonia

O projeto Rede InfoAmazonia desenvolveu um sistema de monitoramento de baixo custo para analisar a qualidade da água para consumo humano, e estabeleceu uma rede piloto de monitoramento em articulação com comunidades da Amazônia brasileira, para apresentar em tempo real os resultados das análises na plataforma InfoAmazonia e enviar alertas aos consumidores através de SMS.

Miguel Peixe/InfoAmazonia
Módulos e sensores do protótipo do equipamento para monitorar a qualidade da água

Um dos elementos do sistema é um hardware desenvolvido pelo projeto, chamado «Mãe d’Água», que pode ser instalado em caixas d´água, cisternas e águas superficiais de mananciais menores, e com ele é possível detectar possíveis alterações de características da água provenientes de despejo inadequado de resíduos domésticos, industriais e metais pesados. Os resultados das análises ajudam a distinguir a água potável de água contaminada.

O desenvolvimento dos sensores foi realizado em parceria com a start-up Dev Tecnologia, empresa incubada na Universidade de São Paulo, e com ajuda da rede internacional de ciência cidadã Public Lab.

O Mãe d´Água é capaz de monitorar parâmetros físico-químicos importantes que ajudam a indicar se a água é potável ou está contaminada. De hora em hora são realizadas leituras das seguintes variáveis: acidez (pH), potencial de redução da oxidação (ORP), condutividade elétrica, temperatura e pressão barométrica no nível da água. O objetivo das medições é detectar variações que indiquem contaminação.

O projeto é um dos premiados do Desafio de Impacto Social do Google em 2014, junto a outras nove ideias apresentadas por ONGs de todo o Brasil.

No hay comentarios aún. Deje un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.