A família preferiu não denunciar até agora por medo de que houvesse retaliação ou que as investigações fossem interrompidas